No Comments

Paço de Arcos: Emblemático Edifício Villa Longa Reabilitado para Habitação Jovem

A Câmara Municipal de Oeiras já investiu até a data num total de 8,7 milhões de Euros, na aquisição e reabilitação de casas no âmbito do Programa Habitação Jovem. A Autarquia prevê investir 6 milhões de Euros nos próximos anos, ao reabilitar os prédios já adquiridos em Paço de Arcos, Algés, Oeiras, Dafundo, Carnaxide e Porto Salvo.

A Câmara de Oeiras já iniciou as obras de recuperação do Villa Longa, o sexto e maior edifício a ser reabilitado em Paço de Arcos no contexto do Programa de Habitação Jovem do município. Trata-se de um investimento de 2 milhões de Euros, cuja obra de reabilitação foi entregue à empresa Loviril. O Presidente, Isaltino Morais, salienta a imponência do Edifício Villa Longa, como uma das mais expressivas do Concelho de Oeiras, pelo seu valor arquitetónico, bem como pela sua histórica presença nesta região da Grande Lisboa.

Localizado no número 3-5 da Travessa do Villa Longa, o emblemático edifício de autor desconhecido, apresenta um traçado híbrido que combina o espírito neoclássico e a arquitetura Arte Nova, presentes na utilização do arco abatido e as janelas-frestas de gosto revivalista. 

De planta retangular, este “corpulento” edifício ergue-se num único volume em forma de paralelepípedo, com 4 pisos e águas furtadas. As tipologias de grande dimensão, tão características de 1910, época da sua construção, vão ser reconvertidas em 32 casas para jovens. Estão previstos 22 apartamentos T1 e 10 apartamentos T0, numa área de construção de 2.277m2. A antiga garagem irá manter o seu uso.

Top
error: Conteúdo protegido!!