Sem comentários

IMI: Inscrições e Reavaliações de Imóveis aumentam em 2019

Já foram enviados até a data para o Portal das Finanças, 28.200 pedidos de inscrição e reavaliação de imóveis para efeitos de Imposto Municipal sobre os Imóveis (IMI). As associações do sector acreditam que esta subida de 108% em relação a 2018, se deve essencialmente à forte aposta na reabilitação e na construção nova.  

Entre Janeiro e o início de Setembro deste ano, e segundo os dados oficiais disponíveis, foram entregues 28.200 Modelos 1 do IMI através do Portal das Finanças. Os envios foram maioritariamente para efeitos de inscrição ou de atualização dos imóveis na matriz, ou para reavaliação fiscal do Valor Patrimonial Tributário (VPT). Assim, totalizam mais do dobro do que as 13.562 declarações registadas ao longo de todo o ano de 2018.

Luís Lima, o Presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), explica que existe cada vez mais transações de imóveis reabilitados e uma crescente preocupação de registar as alterações, por parte dos compradores que reabilitam para depois revender.

Por outro lado, o Presidente da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, Reis Campos, frisa o aumento verificado na construção de habitações novas, que subiram de 11.375, ao longo de todo o ano de 2016, para 11.342, só entre Janeiro e Junho de 2019. Em 2018 foram registados 20.200 fogos novos, valor que ultrapassou largamente os cerca de 6.000 construções novas de 2017.

Top
error: Conteúdo protegido!!